Futuro

Se você pudesse deixar uma mensagem para as gerações futuras, qual seria?

por: Luís Felipe e Marcelo Carneiro

Essa é uma pergunta complexa. A verdade é que, em algum momento da vida, todos nós, mais cedo ou mais tarde, nos perguntamos qual será o legado que nossa existência vai deixar nesse planeta. Qual pegada ficará marcada, o vestígio do que um dia fomos.

Faz parte da natureza humana. No fundo, todos sentimos que nossas vidas não podem ser resumidas a brincar, estudar, crescer, trabalhar. Muitas vezes nos sentimos presos na rotina da sociedade em que vivemos. Engolidos pelas tarefas do dia a dia e suas obrigações sociais, os dias se emendam. Semanas tornam-se meses, meses tornam-se anos e mal percebemos: a presença do tempo.

Como pensar no futuro?

O psicólogo russo Lev Vygotsky possui uma afirmação famosa sobre o papel do educador na sociedade. Segundo ele, o meio influencia o homem e o homem influi, forma e transforma o meio.

Trata-se de uma via de duas mãos: receber e contribuir. É impossível ganhar dinheiro pelo dinheiro. Uma rotina de trabalho sem um objetivo maior de garantir retorno à sociedade é uma rotina triste. Nós precisamos ter propósito no que fazemos.

Essa palavra está muito presente nos estudos que a escritora Emily Estafahani Smith fez durante anos para suas obras. Em seu livro mais famoso "O poder do sentido: os quatro pilares essenciais para uma vida plena", ela cita a importância de ter um propósito.

Ter um propósito não é tanto sobre o que você ganha, é mais sobre o que você faz pelos outros. Alguns podem olhar um restaurante e dizer que o propósito dele é servir comida. Mas quem enxerga propósito, pode olhar o mesmo restaurante e dizer que o propósito dele é gerar boas lembranças e momentos em torno de uma mesa.

Empresas são agentes de mudança

Ao aplicarmos esse raciocínio no ambiente empresarial, é fácil perceber como, cada vez mais, as instituições erguem bandeiras e trabalham em prol de causas. Estamos em uma era em que fazer dinheiro por dinheiro é insustentável. Não faz parte de quem somos.

Uma pesquisa realizada pela Edelman Earned Brand mostra que essa tendência é global. Segundo ela, 69% dos brasileiros compram ou boicotam marcas de acordo com o posicionamento delas. Todos queremos ver propósito.

Estamos finalmente enxergando as empresas e grandes corporações como agentes participantes da sociedade. "Estamos todos no mesmo barco. O que eu compro, uso e consumo deve estar alinhado com quem eu sou" - é este o pensamento.

Nossa responsabilidade é com o futuro

A busca por gerar lucros é um cenário óbvio para qualquer empresa, mas ao decidir como fazê-lo, decide também erguer instituições duradouras. Deve compreender que possui recursos capazes de transformar o mundo - para o bem e para o mal. Sem perder de vista, é claro, as necessidades do indivíduo e da sociedade.

Seguindo esta vertente, a 2Future pensa grande, pensa além. Queremos ser autores de grande transformações. Assumimos a responsabilidade de utilizar nossos recursos a favor do avanço, principalmente através da tecnologia.

Acreditar em um futuro melhor é acreditar no potencial das pessoas hoje. Nós acreditamos na lei do retorno. Nós acreditamos que é possível envelhecer com saúde. Cremos que dar crédito para as pessoas é ver sonhos e oportunidades deslanchando. Nós confiamos em criar um ambiente online seguro para todos. Nós esperamos que dados espaciais possam ajudar grandes líderes a tomar grandes decisões. Isso tudo está dentro do nosso alcance através das empresas que apoiamos.

Nós acreditamos no futuro. Nossa missão é romper barreiras, criar mercados, transformar pensamentos e desenvolver novas possibilidades. É enxergar que nossas ações hoje vão ter um impacto positivo e revolucionário no amanhã. Essa é a nossa mensagem para as gerações futuras.



Compartilhe

Luís Felipe e Marcelo Carneiro

2Future is a holding company formed by companies focused on supporting the future generations.